Pesquisar no blog

quarta-feira, 27 de julho de 2016

SOLIDÃO E  SOLITUDE


Solidão  é um sentimento em que você sente uma profunda sensação de vazio e isolamento, o que desencadeia uma série de sofrimentos, podendo levar a um estado depressivo se não encontrar a companhia de outra pessoa.
Solitude é a presença de si mesmo. É uma presença transbordante. Você se sente tão pleno de vida que pode preencher o Universo inteiro com a sua presença, e não há nenhuma necessidade de outra pessoa.

Quando não existe alguém significativo na vida, você pode se sentir solitário, ou desfrutar da liberdade que a solidão traz.  Quando você não encontra apoio nos outros para as verdades sentidas profundamente, pode se sentir isolado e amargurado, ou celebrar o fato de que o seu modo de ver as coisas é seguro bastante, para sobreviver à poderosa necessidade humana . 
Afinal de contas, cada um de nós deve desenvolver em si a capacidade de abrir o seu próprio caminho através da escuridão, sem quaisquer companheiros, mapas ou guia.
"Seja uma luz de você mesmo".  
Ifá diz: A luz está dentro de você !
O medo da solidão não se justifica quando se tem a consciência de quem realmente se é, ou quando se está inteiramente ligado ao nosso próprio interior e quando se reconhece como parte do todo, que é a natureza.
Solidão é a condição do ser humano no mundo. Todo ser humano está só. Pode-se escolher estar com pessoas, mas ninguém nascerá, viverá  ou morrerá por você.  Esta é a grande questão da existência, mas não significa uma coisa negativa, quando se aceita que ela faz parte da essência humana.
A solução não reside em encontrar uma pessoa para preencher o vazio, ou se matar de trabalhar, a solução é, sabendo-se só no mundo, viver a própria vida, expressar os próprios sentimentos, buscar a realização de seus projetos, compartilhando e trocando com os demais, pois assim, a vida se enche de significado.
Solidão é quando você se perde de si mesmo  e procura em vão pela alma, pelo próprio eu.  É a insatisfação com a vida e consigo mesmo.  A solidão nasce da insegurança e da necessidade de sentir-se amado, porque ignora que o grande truque, é AMAR !
O antídoto para a solidão, é a ocupação com o amor ao próximo.  Quem se achar em sofrimento, procure ser útil;  quem vive gastando o tempo para reclamar de má sorte, experimente aplicar as horas tristes no outro. Para esse entendimento tem-se um grande catalisador, um agente eficaz contra a solidão: A Espiritualidade.  
De nenhuma outra forma, por mais prazer que ofereça, pode-se combater a solidão, se não pela Espiritualidade, é nela que enquanto serve, se cura; enquanto oferece, recebe; ao sorrir, se alegra; quando ajuda, se reergue.   A maior solidão é a do Ser que não ama, é a do Ser que se ausenta, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.
Talvez não haja no Universo sentimento mais profundo do que este: a solidão interior, a solidão da alma, a constatação fria e inegável de que, não importa o quanto se esteja cercado de coisas e pessoas, ou o quanto outras criaturas tenham contribuído com a sua caminhada, em sua consciência estará sempre só, consigo mesmo.
É uma sensação de desconexão, é a separação entre você e Deus.  Portanto, quando estiver sentido solidão, eleve seu pensamento a Deus. Não aceite a solidão pacificamente, ela é inimiga do lado bom da vida, na verdade, ela é o lado negro.
Solitude é o estado de privacidade de uma pessoa, não significando, propriamente, estado de solidão.  Pode representar o isolamento e a reclusão, voluntários ou impostos, porém não diretamente associados a sofrimento.  É um estado dinâmico, interativo entre eu e eu mesmo. 
Lá cabe o outro? Sim, se o outro respeita e acrescenta.  Lá não há tristeza, sentimento de vazio, desconsolo, ou sensação da falta do outro associados à palavra solidão.  Quando, voluntariamente, você decide visitar a solidão, ela se transforma em solitude. 
Solitude é estar só, mas não solitário. É estar só, mas com plena capacidade de estar em comunhão consigo mesmo e com Deus.  Dando sentido à existência, reconhecendo que é preciso buscar a presença que nunca se faz ausente, a presença de Deus.  É sentir Deus dentro de si.
Enfim, Solitude é o eu com eu na sua plenitude e totalidade, na alegria infinita que podemos compartilhar com o outro.  É se preencher de tal forma, que o outro consegue ver essa luz em você.
Estar em Solitude, é se preencher a cada dia, é prestar atenção no ar que você respira, no sol que te aquece, na chuva que fertiliza a terra, é olhar e contemplar a obra de Deus e aí contemplar-se a si mesmo.
A aceitação desse estado e o que ele representa, passa a ser a chave para libertação do sentimento de solidão.  Desta forma, encontra-se o caminho da tranqüilidade e da paz para viver a vida de uma forma mais plena.
O Ser Humano foi criado para ter um relacionamento com Deus, e sem este relacionamento, sempre se sentirá incompleto, como se algo estivesse faltando.
Você está pronto para experimentar o amor que Deus pode lhe dar ?
Olhe para o céu e dê o primeiro passo em direção à Olódùmarè (Deus).
Se preencha do Amor Universal de Deus e troque a Solidão pela Solitude!

 

Erelú Iyá Òsún Funké, Iyanifá Fun Mi Lolá (Fatima Gilvaz)

Trabalho de pesquisa:

- filósofo alemão Martin Heidegger
- Osho
- Allan Cardek
- Elisabeth Salgado
- Octávio Caúmo Serrano
- Psicoterapeuta Maísa Intelisano

- Vários sites sobre o assunto


Visite o nosso SITE:  www.efunlase.com
Contato : E.U.A. 0021 1 305 998-9214  (WhatsApp)
                 Brasil (21) 9971-33777


domingo, 24 de julho de 2016

SOCIEDADE ÒGBÓNI
A sociedade Ògbóni se dedica a praticar um dos cultos mais antigos, baseado na preservação  de Onilè (Terra).  Para os Yorubá a terra é sagrada porque foi a primeira coisa que Olódùmarè criou, por isso os Ògbóni ensinam nesse culto como tratar a Terra (Onilé), e a melhor maneira de melhorar a sua produção, respeitando o seu poder.
Simbolizando a terra há um buraco com aproximadamente 15 cm de diâmetro , no canto dos templos de Ogbóni , que dizem não ter fundo.  Durante as oferendas anuais, quantidades de oferendas ali são depositadas e desaparecem imediatamente.
A Sociedade Secreta Ògbóni é encontrada em terras Yorubá, e sustentada pela tradição de ter surgido nos primórdios de Ilé Ifè. 
Outra atividade dessa sociedade é a de detectar as ofensas feitas aos ìmòle , para logo penalizar rigorosamente  os culpados. 
Na cultura Yorubá, o caráter do homem é de importância suprema.  O bem-estar do homem aqui na terra depende de seu caráter. 
Moralidade é resumida pela palavra Iwa que pode ser traduzida na palavra "caráter".  É dado ênfase ao fato de que caráter bom deve ser a característica dominante da vida de uma pessoa.  Quando um Yorubá fala de alguém, "Ele fala da forma de agir da pessoa".
Por esse motivo, o primordial para a Sociedade Secreta Ògbóni, é o Caráter reto.

De acordo com o odú Ogbè-Ògúndá, Òrúnmìlá buscou os meios de sucesso na vida e lhe foi dito que a única forma de conseguir, era se casando com Iwa.  Ele se casou com Iwa e ficou muito próspero. Conseqüentemente todos tem buscado, desde então, Iwa para o sucesso. 

Segundo um itan do Odù Irosun-Iwori, num antigo período da história da humanidade, esta vivia em total anarquia, promovendo sucessivos incidentes de roubos, assassinatos e violações de toda ordem de abuso aos códigos éticos ditados pelos ancestrais.  Alguns habitantes pediram a interferência de Òrúnmìlá, para que colocasse um paradeiro naquela situação alarmante. Òrúnmìlá ordenou que se realizassem sacrifícios, e aqueles que cumpriram as instruções de Ifá prosperaram em segurança.  Depois disso, Òrúnmìlá retirou-se aos céus, entregando a Edan a responsabilidade sobre a Terra.  Edan firmou um pacto e, aqueles que juraram mantê-lo, poderiam viver em paz, harmonia, justiça e prosperidade.
" Edan  máà  jékí  ohun  búrurú kankan dé òdòmi"
"Edan não permita que coisas ruins se aproximem de mim".
Após longo tempo de permanência na Terra, Edan retornou aos céus, delegando a um grupo de pessoas responsáveis, a tarefa de supervisionar e fazer cumprir as leis estabelecidas. Este grupo se uniu em fraternidade, tornando-se a conhecida Sociedade Secreta Ògbóni.
Ainda hoje, Ògbóni mantém ritual iniciativo baseado num pacto que estabelece e faz cumprir o seu elevado código ético, zelando pelo bom caráter, justiça, verdade, lealdade e proteção.
Com o objetivo de promover a harmonia com a natureza, Ògbóni venera Onilé, simbolizada pelo òrìşá Edan.  Daí resulta que todo aquele que transgredir o pacto estabelecido pela Lei de Ògbóni, deverá, incondicionalmente, prestar contas à Edan, a própria Terra.
Como a justiça de Ògbóni é firmada com a própria Terra, Onilé detém a prioridade em todos os ritos.
Graças a seu poder espiritual, os Ògbóni podem alcançar posições em nível sociais e políticos.  O chefe do culto de Ògbóni é um iniciado que atinge o grau de Oluwo (senhor do sagrado/segredo) e é portador do shaki, uma estola que o distingue como detentor de honra e respeito.
Há um pequeno grupo de mulheres que fazem parte da Sociedade, e recebem o cargo de Erelú, elas representam os interesses das mulheres da cidade nas reuniões.
Pode-se dizer, em síntese, que a sociedade Ògbóni cultua o "espírito da Terra" (Onilé), para assegurar a sobrevivência humana, a paz, a felicidade, a estabilidade social da comunidade, a prosperidade e a longevidade.
Segundo a tradição, "a Terra existiu antes das Divindades.  A Terra é a mãe a quem os mortos retornam.  A Terra e os ancestrais, são as fontes da lei moral".
A sociedade Ògbóni, é uma instituição com funções religiosas, judiciais e políticas.  Ela é uma espécie de assembléia de anciões da cidade, unidos ritualmente, que regem um importante culto estruturado a partir da cosmogonia dos Yorubá. 
Onilé, é tida como a mais poderosa de todos os Orisá, e mãe de todas as deidades Yorubanas.  E os Edan é o elo que une a comunidade a Onilé.



Trabalho de pesquisa:

- Vários autores:
    . Willian Bascon
    . Wande Abimbola
    .  Peter Morton - Williams
    .  Lawal

- Efunlase
- Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia - SP
- Vários sites sobre o assunto.



Visite o nosso SITE:  www.efunlase.com
Contato : E.U.A. 0021 1 305 998-9214  (WhatsApp)
                 Brasil (21) 9971-33777


quarta-feira, 20 de julho de 2016


Há alguns anos, o Ilé Ègbé Efúnlàsé Ògbóni Ifá Ati Obàtálá - Brasil, vem realizando campanhas de doações para o Orfanato "Lar Arco-Iris"
Av. dos Coqueiros, Lt 10, Qd 38, Santa Cruz da Serra - Duque de Caxias, RJ
TEL.: (21) 2775-3335

Neste último final de semana - dia 17/07/2016, foi uma grande Satisfação entregar para o Orfanato, todas as doações arrecadadas entre os membros do nosso Templo "EFUNLASE".

Essas campanhas para ajudar o orfanato faz parte de um trabalho de Solidariedade, Respeito ao próximo e Doação. 
É o Amor Universal dentro de cada um !

Quero agradecer a todos aqueles que se movimentaram, se esforçaram, se sacrificaram, se doaram e ajudaram nessa campanha :

- Obaalase Oluwo  Dr. Willer de Almeida
- Iya Osun, Iyanifa Fun Mi Lo Lá  Fatima Gilvaz
- Iya Otun Obá, Iyanifá Gbemi Solá  Nilma Almeida
- Babalawo Ifá Segun, Onilu  Dr. Gustavo
- Babalawo Ifá Lolá, Otun Onilu  André Ribeiro
- Babalawo Ifá Iyomi  Guilherme
- Iya Kesan  Fabiana
- Iya Lasé  Yara
- Iya Basé   Dra. Ariadne
- Iya Funfun  Thais
- Otun Iya Funfun  Zilah
- Alagbe  Dr. João Reis
- Olomidara  Dra. Patrícia
- Omi Diná Júlia
- Omi Bunmi  Dra. Daniela Ros
- Omi Akin Lindete
- Omi Lade Sabrina
- Omi Dehiy Karina
- Omi Laye Rafael
- Efun Sade  Bruno Almeida
- Efun Adesolá   Dr. André Ahmed
- Efun Tunde Lewa Reinaldo
- Efun Tilewa Denise
- Efun Obá De Mi Lolá  Alcicleide
- Efun Ojo Minilé Marina
- Efun Osa Dewa  Dra. Ana Carla
- Oya Dehiy Felipe
- Oya Ayó  Dra. Rafaela
- Oya Akin  Ana Lúcia
- Obá Dehiy  Rafael Santana
- Obá Mi Dehiy  Antonio
- Odé Olá Igbo  Ary d'Ilha
- Ewe Tolá  Natália
- Egbe Fun Mi Layo  Dr. Eduardo Balbino
- Ogún Keiede  Laura
- Akin Lonan  Mário Jorge
- Ifé Fumi  Regina
- Omo Ifá  Jade
- Omo Ifá Iya  Vera de Obaluaye
- Omo Ifá  Raquel
- Omo Ifá  Thiago Santiago
- Omo Ifá  Lívia
- Omo Ifá  Bárbara
- Omo Ifá  Dra. Daniela Capanema
- Omo Ifá Marco Antonio
- Omo Ifá Maria Eduarda
- Omo Ifá Viviane
- Omo Òsún Nina
- Omo Òsún  Dr. José Eduardo
- Omo Òsún Flávia
- Omo Obàtálá Diogo
- Omo Sàngó Patricia Xavier
- Omo Oya  Maria Clara
- Omo Oya  Solange
- Omo Oya  Giovana
- Omo Ogún  Gabriel
- Ana Cristina
- Soninha
  
Que Esu abra os caminhos da prosperidade na vida de cada um e que todos os Orisá Iluminem a todos !
Àse !








 








 https://www.google.com/url?sa=t&rct=j&q&esrc=s&source=web&cd=1&cad=rja&uact=8&ved=0ahUKEwiv5rKAqunNAhUI3WMKHbDoAg4QFggcMAA&url=http%3A%2F%2Fpt-br.facebook.com%2Flbarcoiris&usg=AFQjCNEc8BN0c8sqInWjyEZCMLYQXBM0ZA&sig2=w3N6RF7Q4W1E5_wtktCQUA

quinta-feira, 14 de julho de 2016

VOCÊ

 

Você precisa ter a determinação da Água, que não existe obstáculos que a detenha, ela consegue passar por caminhos inimagináveis.  Sempre em busca de espaços maiores, até alcançar a imensidão do mar.
Pode ser tranquila e serena como nos leitos dos rios e lagos ou forte e determinada, tomando o seu espaço de volta, como um Tsunami.

Seja firme e forte como a Terra, que é sólida, fértil, produtiva, que dá bons frutos e boa colheita, mas que precisa ser cuidada, cultivada, arada e respeitada. 
A terra dá a vida, o alimento e carrega a humanidade sobre ela.  E depois da morte, acolhe a humanidade em seu ventre.  Então, se cuide, seja firme, se Respeite !

Seja livre como o Vento (Ar), que pode ser uma mansa brisa, ou um enorme furacão, dependendo da situação e do momento.  O vento que trás as sementes, que varre o que não tem alicerce.  Mas que está sempre em busca, rumo a novos horizontes até chegar ao alto e ouvir o som das estrelas.  Voe ! Voe alto pelas Galáxias, ao encontro do Divino, da elevação.

Seja Astucioso como o Fogo, que encanta, que é mágico, que transforma.  Mas que executa quando é preciso, e domina a situação.  O fogo transforma tudo, deixando no passado, coisas que não valem mais.  Viva para frente, é preciso haver as transformações para que haja o crescimento.

Você não está sozinho !   Apesar de ser único !
Ao se conectar com o alto, com a natureza, você consegue estar no céu, no Divino,  mas consegue estar também aqui na terra, na luta pela sobrevivência, na guerra do dia-a-dia.

Se você não consegue subir para se fortalecer, com certeza será massacrado pela hipocrisia terrena.
Tenha consciência e certeza de que você é capaz de ser Divino e Humano, pode ser Sublime e Firme,  Sozinho sem estar Só.

Todos esses caminhos estão dentro de você !  Busque e com certeza encontrará a plenitude do Amor Universal, e nesse momento, então, estará em harmonia com o Divino, com a Terra e com você mesmo.

Àse !


Miami, 09/07/2016.

Erelú Iyá Òsún Funké, Iyanifá Fun Mi Lolá (Fatima Gilvaz)



Visite o nosso SITE:  www.efunlase.com
Contato : E.U.A. 0021 1 305 998-9214  (WhatsApp)

                 Brasil (21) 9971-33777

domingo, 10 de julho de 2016

Linda reflexão do Mestre OSHO...


Deus também é escuridão

Reflita.
Por que Deus foi simbolizado em toda parte como luz? Não porque Deus seja luz, mas porque o homem tem medo da escuridão.  Este medo é humano, nós gostamos da luz e temos medo da escuridão; assim, não podemos conceber Deus como escuridão, como negrume. Esta é a concepção humana. Nós concebemos Deus como luz, porque temos medo da escuridão. 

Nossos deuses são criados a partir de nosso medo.  Nós lhes damos modelo e forma. Esse modelo e essa forma são dados por nós,  isso mostra algo sobre nós, não sobre nossos deuses.  Eles são nossas criações.  Como temos medo na escuridão, então, Deus é luz. 

Mas essas técnicas pertencem a outra escola. Os essênios dizem que Deus é escuridão, e há algo nisso. Uma coisa: a escuridão é eterna.  A luz vem e vai e a escuridão permanece.  De manhã, o sol surgirá e haverá luz; ao entardecer, o sol se porá e haverá escuridão.  Para a escuridão, nada surgirá, ela está sempre aí. Ela nunca surge e nunca se põe. A luz vem e vai; a escuridão permanece. A luz tem sempre alguma fonte; a escuridão existe sem fonte. Aquilo que tem alguma fonte não pode ser infinito; somente aquilo que é sem fonte pode ser infinito e eterno. A luz traz certa perturbação: eis por que você não pode dormir sob a luz.  A luz cria tensão.  A escuridão é relaxamento, total relaxamento.

Mas por que temos medo da escuridão?  Porque a luz parece-nos com a vida, ela é; e a escuridão parece-nos a morte, ela é.  A vida vem através da luz e, quando você morre, parece que você caiu na escuridão eterna.  Eis por que pintamos a morte como negra; e o preto tornou-se a cor do luto.  Deus é luz,
e a morte é negra.

Mas esses são nossos medos projetados.  De fato, a escuridão tem infinitude; a luz é limitada.  A escuridão parece ser o útero de onde tudo surge e no qual tudo cai de volta.  Os essênios tomaram este ponto de vista.  Ele é muito belo e de muito auxílio também, porque, se você puder amar a escuridão, você ficará sem medo da morte.  Se você puder entrar na escuridão, e você pode entrar somente quando não há medo, você alcançará total relaxamento. Se você se torna um com a escuridão, você é dissolvido; isso é uma entrega.  Agora então, não há mais nenhum medo, porque você se tornou um com a escuridão, tornou-se um com a morte.  Você não pode morrer agora. Você se tornou imortal. A escuridão é imortalidade. A luz nasce e morre; a escuridão simplesmente é.  Ela é imortal."



Osho.

sábado, 9 de julho de 2016

OBÀTÁLÁ


Falar de Obàtálá é falar da alma e do espírito.  Ele é o pai de toda a  humanidade, ele é o amor e o guia para sua expressão máxima.
Seu nome significa :
Oba - Rei
Tala - derramado, extensão, expansão
Juntas, as duas palavras se tornam Obàtálá  -  O Rei de todas as Divindades.  Obàtálá, intitulado de Òrìsà nlá, é colocado no lugar de Divindade Suprema na Terra.
Obatalá foi feito criador das características físicas humanas.  Com água e barro tornou-se, Alamò Rere (Divindade escultora) . Olódùmarè assopra o Èmí (a vida), completando assim a criação do ser humano.
A função criadora de Obàtálá deu-lhe prerrogativa de determinar a aparência humana perfeita ou defeituosa e a cor que ele desejasse, é também conhecido por Alábàáláse, aquele que tem o poder de sugerir e realizar com autonomia.  Olódùmarè nomeou a Obàtálá o dever de moldar as crianças e preparar a entrada delas no mundo .
Obàtálá, também é conhecido como Orisa-nlá, Orisalá, Ogiyan, e em alguns lugares Olufon.  Obàtálá representa a idéia de ritual e pureza ética, simbolizado pela brancura imaculada, dentro de templos com recipientes brancos, roupas brancas, ornamentos e contas brancas. Ele é o Rei do branco.  Ele acorda no pano branco, e ele se levanta no pano branco.

Ele representa a moralidade espiritual e as leis dadas por Olódùmarè. É o pai da sabedoria.
Chefe do Pano Branco, nunca teme a vinda da morte. Ele venceu Ikú, quando pintou a d'angola com seu àse branco(efum). É o senhor dos vivos e dos mortos.  Preside o nascimento, a iniciação e a morte.  Representa a massa de ar, as águas frias e imóveis do começo do mundo.  Tem o poder de manifestar a abundância, porque conhece o seu mistério.
O Grande Òrìsà ou "O Rei do Pano Branco", para os yorubás, foi o primeiro Òrìsà criado por Olódùmarè e é considerado o de maior valor na hierarquia.  Criador da humanidade, ele representa claridade, justiça e sabedoria. Tudo o que é branco na terra pertence a ele. 
Obàtálá é o sol e é também a chuva que cai para fertilizar a terra.  É um grande
òrìsà", que ocupa uma posição única e inconteste do mais elevado dos Deuses Yorubá. 
Senhor do silêncio, onde as palavras não podem ser ouvidas.  Sua palavra transforma-se, imediatamente, em realidade.
O Alá (pano branco) de Obàtálá representa a “cobertura” desta divindade sobre todos os assuntos pertinentes aos seres humanos.  Todos desejamos estar cobertos pelo Alá de Obàtálá , pois sob o Alá está contida toda a calma, sabedoria e paz.  Obàtálá é o Ofurufú (o ar), o Sanmó (a atmosfera) que separa o aiyé (o mundo), do òrun (céu).  Portanto, a cada instante de nossa vida, pela respiração, colocamos Obàtálá dentro de nós. 
Obàtálá é tão puro, que foi o único òrìsà monogâmico.  A única mulher que Obàtálá teve, chamava-se Yemowo.

Obàtálá é o espírito do pano branco na tradição religiosa Yorubá.  A palavra Obàtálá é o nome dado para descrever as forças espirituais que são elementos-chave da consciência.  Essas forças espirituais formam a base do papel de Obàtálá no reino espiritual, e se relacionam com o movimento dinâmico e a forma como ele existe em todo o universo.
Juntas, essas forças criam luz e escuridão, que por sua vez sustenta e define tudo no universo.  Ifá ensina que a luz se transforma em escuridão e a escuridão se transforma em luz.  É a interação entre a luz e a escuridão que gera o universo  físico, e é Obàtálá que traz esta interação. 
Epa Babá !!!

Trabalho de pesquisa:


- Efunlase
- Vários sites sobre o assunto
- Autores:
   . Ifayemi Elebuibon
   . José Beniste

 

Adaptado por Erelú Iyá Òsún Funké, Iyanifá Fun Mi Lolá

(Fatima Gilvaz)


Visite o nosso SITE:  www.efunlase.com
Contato : E.U.A. 0021 1 305 998-9214  (WhatsApp)
                 Brasil (21) 9971-33777


domingo, 3 de julho de 2016

Oração para todos nós


Deus Pai Olódùmarè,
Dono do tempo e da eternidade, teu é o hoje e o amanhã, o passado e o futuro.
Neste momento, quero te dizer obrigado por tudo aquilo que recebi de ti.
Obrigado pela vida e pelo amor, pelas flores, pelo sol, pela alegria e pela dor, pelo o que foi possível e pelo o que não foi.
Ofereço-te tudo o que fiz, o trabalho que pude realizar, as coisas e pessoas que passaram pela minha vida e o que com elas pude construir.
Apresento-te as pessoas que ao longo destes anos amei, as amizades novas  e os antigos amores, os que estão perto de mim e aqueles que eu pude ajudar, as com quem compartilhei a vida, o trabalho, a dor e a alegria, mas também,  meu pai, hoje quero te pedir perdão .
Perdão pelo tempo perdido, pelo dinheiro mal gasto, pela palavra inútil e o amor desperdiçado.
Perdão pelas horas vazias e pelo trabalho mal feito, perdão por viver  sem entusiasmo e também pela oração que fui adiando e que agora venho apresentar-te. 
Por todos os meus descuidos e silêncio, novamente te peço perdão.  E diante de novos momentos, eu te apresento estes dias, que somente tu sabes como chegarei a vivê-los.

Hoje eu te peço para mim, meus parentes e amigos: a Paz, a Alegria, a  Sabedoria, a Prosperidade, a Fortaleza, a Prudência, o Equilíbrio e a Lucidez.
Quero  viver cada dia com otimismo e bondade, levando a toda parte, um coração cheio de compreensão e amor.
Fecha meus ouvidos a toda falsidade e meus lábios as palavras mentirosas, egoístas ou que magoem.
Abra sim, meu ser a tudo o que é bom.
Que meu espírito seja repleto somente de bênçãos para que eu as derrame por onde passar.
Que o Amor Universal dure para sempre em nossos corações,
Hoje, Amanhã e Sempre até a Eternidade!
 Àse !!!

Autor desconhecido

 


Visite o nosso SITE:  www.efunlase.com
Contato : E.U.A. 0021 1 305 998-9214  (WhatsApp)
                 Brasil (21) 9971-33777