Pesquisar no blog

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019


AS PENAS SAGRADAS

Resultado de imagem para penas sagradas


Ìkódíde, Agbè, Àlùkò e Lékeléke são as quatros penas sagradas do culto Yorubá, somente sendo utilizadas dentro da ritualística e nunca como um simples adorno. São elementos primordiais e indispensáveis dentro dos ritos Iniciáticos.  Elas são insubstituíveis dentro de qualquer ritual pertencentes ao Culto Yorubá.

São usadas principalmente no que diz respeito ao Culto a Iyami Osorongá, onde representam os pássaros das Senhoras da noite.


ÌKÓDÍDE

Pena vermelha, extraída da cauda de um tipo de papagaio africano da espécie Psittacus erithacus conhecido popularmente por papagaio-cinzento, papagaio-do-Gabão ou papagaio-do-congo.  Entre o povo Yorubá é denominado de Odíde ou Odíderé.

Tornou-se Rei entre todas as aves, símbolo da fecundação, da menstruação, da gestação, representa o nascimento e o símbolo do poder feminino.  Tem grande importância e lugar de destaque nos rituais ao Orisá Osún, que representa o poder feminino e o nascimento da humanidade.
Representação da realeza, honra e status, está acima da simbologia do Adé (coroa).

O Ìkódíde é o único àse de cor que Obatalá usa em sua coroa, em reverência ao grande poder feminino, em homenagem a Osún.

Fixado a frente da cabeça, representa o processo iniciático e confirma os ritos de iniciação e/ou de passagem.
Dentro dos rituais, quem estiver com a Pena de Ìkódíde na cabeça, não poderá transportar nenhum tipo de oferenda ou ebó em seu Orí (cabeça).


AGBÈ

Pena azul extraída da cauda da ave africana Turaco da família dos Musophagidae Touraco porphyreolophus.  Descritos nos mitos, como o pássaro que carregava a boa sorte e a riqueza para Olokun (Divindade dos Oceanos). Para que possa agir, tem que ser utilizada em contrapartida com o Àlùkò.
ÀLÙKÒ

Pena de cor púrpura (entre escarlate e violeta) extraída das asas da ave africana Turaco da família dos Musophagidae Touraco ruspolii. Descritos nos mitos, como o pássaro que carregava a boa sorte e a riqueza para Olosa (Divindade das Águas Doces).  Da mesma forma que sua contrapartida, somente age em companhia do Agbè;



LÉKELÉKE

Pena de cor branca, extraída da ave Bubulcus ibis conhecida popularmente por garça-vaqueira ou garça-boieira, nativa da África e do Sul da Europa, que invadiu a América do Norte no início do Século XX e atingiu o Brasil na década de 1960.  Descritos nos mitos como o pássaro que carregava a boa sorte e a riqueza para Orisá Nla e toda a sua corte.  Símbolo por excelência de todos os Orisá Funfun.






Trabalho por :  

Obàaláse Oluwo Willer Almeida 
Erelú Iyá Òsún Fatima Gilvaz


Pesquisa :
- Vários Sites sobre o assunto.

Visite o nosso SITE:  www.efunlase.com
Visite os Blog's :  ifaorisaefunlase.blogspot.com
                               mestreraiodesol.blogspot.com
                               ifismo.blogspot.com.br

Contato : Brasil (21) 99713-3777  (WhatsApp)
                            (21) 99958-7230  (WhatsApp)

                 E.U.A. 0021 1 305 998-9214  (WhatsApp)
                               0021 1 786 303-0674  (WhatsApp)