Pesquisar no blog

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

KI GBA ASÉ A TODOS !!!


COMUNICAMOS QUE O  WORKSHOP QUE ACONTECERIA NO DIA 28/01/2017 (SÁBADO), NO TEMPLO EFUNLASÉ,  ESTÁ CANCELADO, POR MOTIVOS RELIGIOSOS.

A IYA OSÚN DA CASA, PRECISA SE RECOLHER PARA ORISÁ, P/ OBRIGAÇÕES, CONFORME ORIENTAÇÕES DO ORÁCULO.

ASSIM QUE TIVERMOS UMA NOVA DATA, AVISAREMOS.
AQUELES QUE JÁ FIZERAM A INSCRIÇÃO E CONFIRMAÇÃO, ENTRAREMOS EM CONTATO PARA DEVOLUÇÃO DO VALOR DO DEPÓSITO.

CONTAMOS COM A COMPREENSÃO DE TODOS.

OBRIGADA E QUE TODOS OS ORISÁ OS ABENÇOEM !!!

ASÉ !!!


domingo, 15 de janeiro de 2017







WORKSHOP


CULTO YORUBÁ E AS ENERGIAS DA NATUREZA

IFISMO  -  A PALAVRA DE DEUS

PLANTA DE PODER



PALESTRANTES:

OBAALASE OLUWO WILLER DE ALMEIDA
IYANIFÁ GBEMI SOLÁ NILMA ALMEIDA
ERELÚ IYA OSUN, IYANIFÁ FATIMA GILVAZ


LOCAL  :  

ILE ASE EFUNLASE  -  RIO DE JANEIRO

28 DE JANEIRO DE 2017    (SÁBADO)

9:00  HS    -     18:00 HS



INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES  :

(21) 99958-7230   (WHATSAPP)
                       (21) 99713-3777

e-mail:  efunlase@gmail.com



VENHA SABER MAIS SOBRE O CULTO TRADICIONAL
ESTAMOS A SUA ESPERA


VAGAS LIMITADAS
GARANTA JÁ A SUA

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

OBÀLÚWÀIYÉ

Resultado de imagem para obaluaye

Obàlúwàiyé quer dizer:

O= "rei"
Lúwàiyé = "dono da terra"
Obàlúwàiyé - Rei Senhor da Terra
É saudado com a expressão - “Atótó” que significa - “Silêncio”.
Seu elemento é a Terra, portanto seu Àsé é negro.
Gúgúrú – pipoca é uma das suas principais oferendas .
Obàlúwàiyé é um valente guerreiro, Òrìsá conquistador e desbravador de terras, portanto cultuado para obtenção de progresso e prosperidade.

Um Itan fala que:
Obàlúwàiyé nasceu em Empé, território Tàpá também chamado Nupe.  Ele era um valente guerreiro que acompanhado por suas tropas percorria o Céu e os quatro cantos da Terra, massacrando impiedosamente seus inimigos que morriam mutilados ou de pestes variadas.  Chegando ao  Território Mahi, causou pânico aos habitantes locais, esses consultaram um Bàbálawó que afirmou: “O valente guerreiro chegou, e se tornará o Senhor deste País, fazendo esta terra rica e próspera.  Se o povo não o aceitar ele o destruirá.  É necessário que se faça muitas oferendas a ele, todas que ele goste, como: inhame pilado, feijão, farinha de milho, azeite de dendê e muita pipoca.  Todos devem respeitá-lo e servi-lo.  Quando o povo reconhecê-lo como Rei, Obàlúwàiyé não mais o destruirá.”  
Quando o guerreiro chegou os habitantes do local o reverenciaram, colocando suas testas no chão e gritando “Atótó!” (silêncio).  Assim, Obàlúwàiyé aceitou os presentes dizendo: “Eu os pouparei!  Em todas as minhas viagens sempre encontrei desconfiança e hostilidade, mas aqui foi diferente. Construam um Palácio e aqui será minha moradia doravante.”
Obàlúwàiyé instalou-se então em Mahi tornando o País próspero e rico, e nunca mais voltou a Empé.

Ele têm o controle das epidemias e doenças contagiosas, usando-as como punição aos que o ofendem e conduzem-se mal. 
É um òrìsá terrível que exige muito respeito, e simplesmente a menção do nome de Obàlúwàiyé, pode trazer castigos e envolver riscos.
Dentro da visão dos Òrìsá como Forças da Natureza, é Obàlúwàiyé, o momento em que a revolta natural se faz presente através da passagem das epidemias atacando todas as comunidade, ou todo o planeta.  É visto como uma entidade geradora da morte.
Por ele representar a terra, lidera o poder dos espíritos ancestrais, que o seguem.   Oculta sob suas palhas o mistério da morte e do renascimento.  Ele é a própria energia da terra que recebe nosso corpo após a morte.
Obàlúwàiyé mede a riqueza com cântaros, mas o homem esqueceu-se de sua riqueza e só se lembra dele como o òrìsá das pragas, atribuindo-lhe a responsabilidade das doenças existentes na terra.
Entendemos Obàlúwàiyé, em sua concepção mais ampla, como a energia divina de renovação e, nesse sentido, o senhor das doenças; pois as doenças são processos, de renovação corporal e espiritual.  Ele não é estritamente a força da doença e da morte.  Este òrìsá, é também o impulso da constante mutação.
O culto a este òrìsá é envolto em mistério e temor, uma vez que a força de mudança e transformação é, normalmente, difícil de ser administrada pelos seres humanos.
Obàlúwàiyé é a força suprema da energia cósmica de transformação e renovação,  ele representa a mudança em seu sentido amplo, a força das doenças, da cura e da morte.

Trabalho de pesquisa

Adaptado por Erelú Iyá Òsún Funké, Iyanifá Fun Mi Lolá (Fatima Gilvaz)


Vários autores:

Falokun Fatunmbi
Pierre Verger

- Vários sites sobre o assunto

Visite o nosso SITE:  www.efunlase.com
Contato : E.U.A. 0021 1 305 998-9214  (WhatsApp)

                 Brasil (21) 9971-33777