Pesquisar no blog

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Òrúnmìlà, Babá Ifá


A palavra Ifá vem do verbo Fá (raspar) - o ato de usar os dedos para marcar os sinais de Odù no Pó Íyèròsùn - que é espalhado no tabuleiro de Ifá, o Opón  Ifá.
Òrúnmìlà, é aquele que vem logo depois de Olódùmarè, pois foi a ele dado o direito de  viver entre o Òrun (Céu) e o Àiyé (Terra) e, por este motivo, é também conhecido como Gbáiyé-gbòrun (aquele que está no céu e na terra).  Ele é o Èléri-ìpín, aquele que é testemunha do destino que escolhemos ou nos é dado no momento da nossa concepção e, por isto, somente ele, e mais ninguém, pode dizer sobre o nosso futuro. 
Ele é sempre lembrado como uma pessoa franzina, este é o porque da expressão Akéré finú Sogbón (Aquele que é pequeno, mas com a mente cheia de sabedoria ). 
Somente ao Oluwo (aquele que detém o segredo), Babalawo (o pai do segredo), e  Iyanifá (mãe do segredo), é concedido o direito de usar o oráculo Ifá, e para isso,  é preciso que sejam iniciados no culto de Òrúnmìlà, para que estabeleça a correta conexão para ter a perfeita recomendação daquilo que é necessário para transformar o nosso futuro.  

Òrúnmìlà abre a porta do além e comunica aos mortais os desígnios de Olódùmarè e dos outros Òrìsà e Ancestrais, através de intuições , premonições, sonhos, sortes, benefícios, mas também por inquietações, infortúnios, pesadelos e doenças que acabam por levar o fiel ao Oluwo (o que detém o segredo), Babalawo (o pai do segredo), e Iyanifá (mãe do segredo) em busca de uma palavra final.  

Ifá é a palavra de Olódùmarè dada a Òrúnmìlà quando manifestado no mundo. Òrúnmìlà é considerado a divindade da sabedoria e do conhecimento, responsável por compartilhar as mensagens de Nossos Anciões Antigos e nos permitir ter a nossa própria escolha (o livre arbítrio), de como será a nossa estada neste mundo.

Òrúnmìlà é o Mensageiro, o Profeta enviado por Olódùmarè para restabelecer o estado normal na terra.  Ele é considerado o primeiro Messias na terra.
Òrúnmìlà veio para terra como uma divindade, depois da criação, quando a humanidade ficou numerosa,  de forma que ele poderia os ensinar. Ele veio como um Messias com a mensagem de Olódùmarè para o mundo.   Essa mensagem é Ifá, a luz e  a orientação de Nossos Antepassados.

Ifá, é a soma da sabedoria suprema, a cosmogonia e a cosmologia, a vida e a morte, o nascimento da natureza, a visão total do mundo e da existência estabelecendo normas éticas que irão comandar as sociedades e os homens, e assim determinando uma conduta nobre diante de todas as forças que se formam contra o bem da humanidade, é a força que conduz a sustentação do planeta vivo.
Neste processo tão poderoso, aquele que for iniciado em seu Culto estará agregando a si uma permissão para obtenção de um poder muito maior perante Olódùmarè.   
Nem todos estão habilitados a carregarem em seu Ori, esta força que liga o ser com o Sagrado. Os Sacerdotes (Oluwo, Babalawo e Iyanifá), apoiados nos conhecimentos milenares, carregados por uma cultura de tradições, conseguem unir os elementos da natureza à energia vital de cada indivíduo, procurando o equilíbrio entre as forças espirituais e materiais de cada um, esta união da ciência com o mundo espiritual precisa de mentes sãs.

Fica muito claro que, para o iniciado no culto, a conduta é de suma importância, e que haverá a necessidade de muito domínio de suas emoções onde a humildade, a paciência, o caráter reto, a dignidade e a sabedoria, deverão ser superiores a qualquer tipo de vaidade, prepotência, arrogância e  ambição. 
Na África, existe a consciência plena dos compromissos que existem entre as forças da natureza e os homens, e que o verdadeiro bem não  está em usar estes poderes de uma forma inconseqüente, explicando-se assim sua simples forma de vida.  Os verdadeiros valores do homem não estão em sua conta bancária, mas em seu Ori, no uso da sabedoria adquirida não somente para o bem de si próprio, mas para manter o equilíbrio do planeta.
Quanto mais nos aprofundamos conseguindo entender a grandeza da sabedoria divina, mais distantes estaremos das banalidades, uma vez que a riqueza já está codificada dentro de nossa alma, é uma força sutil que nossa sensibilidade grotesca não consegue perceber, e como resultado não temos paz, felicidade e prosperidade.
Antes de qualquer compromisso com Ifá, a pessoa deve estar informada e preparada para assumir esta conduta.  A lealdade com o princípio Divino, estará acima de tudo.
Na lógica da religião Yorubá, Olódùmarè, nosso Deus maior, Onipotente e Onipresente dentro de sua imensa sabedoria, quando criou o homem à sua semelhança e perfeição e determinou sua vida na terra, nos deixou também uma forma para que pudéssemos conhecer a trajetória de nosso destino e desta forma minimizar nosso sofrimento. 
Enquanto seres desconectados do Eu Divino, sozinhos, não temos noção de nossas vidas, nem para onde ir, nem o que fazer diante das inúmeras situações que nos deparamos em nosso dia a dia.
Esta bússola que nos conduz a ir em direção daquilo que é o melhor é Òrúnmìlà, aquele que Olódùmarè permitiu que fosse a testemunha da criação de tudo o que existe na terra, portanto o "guardião dos segredos". 
Òrúnmìlà, é portanto, aquele que através do jogo divinatório Ifá, fala o seu passado, seu presente e seu futuro, é o código decifrado do destino individual de cada ser humano, que trazemos quando nascemos.

Sendo um culto específico onde os portadores desta sabedoria são chamados de Oluwo (o que detém o segredo), Babalawo (o pai do segredo), e Iyanifá (mãe do segredo).  Esses sacerdotes são pessoas escolhidas pela divindade através do oráculo Ifá, pois necessitam reunir em sua personalidade um caráter compatível com a missão que será desenvolvida, e onde não é permitido a traição, a falsidade, o orgulho, a vaidade, tendo que reunir uma forma de caráter muito especial, além da inteligência, para ser um iniciado.

Òrúnmìlà, ocupa uma posição única no panteão africano, através dele podemos decifrar o código secreto espiritual de qualquer ser humano, comunidade ou Nação, pois nele está inciso o segredo da criação.   Na ordem divina de Olódùmarè o espírito é eterno, e através de Òrúnmìlà, conseguimos obter a soma total de nossa existência, a nossa ligação com o Universo, e o destino que escolhemos quando nascemos. Ele é o diagnóstico de nosso Ori (Nosso Eu Superior), sabendo tudo o que aconteceu no passado, o que está acontecendo no presente e qual será o nosso futuro.  Òrúnmìlà é a tradução da sabedoria infinita de nosso Deus criador, aquele que tudo sabe, tudo vê, é o verdadeiro elo de ligação entre o homem e o seu criador.

A filosofia de Ifá é uma das mais antigas formas de conhecimento revelada à humanidade. Infelizmente as revelações de Ọrúnmìlá, têm sido desde o início dos tempos, escondidas no mais completo sigilo.  Tudo o que sabemos hoje de Ifá, tem sido passado de geração em geração.  O conhecimento de Ifá tem sobrevivido essencialmente pela tradição oral. 

Ọrúnmìlá é o melhor professor da eficácia da perseverança. Ele ensina que enquanto pode haver remédios que não sejam eficazes, não há paciência que fracasse em sobrepujar todas as dificuldades, porque as divindades irão ao final socorrer aqueles que perseveraram.

 Bibliografia:
-Trabalho de pesquisa a diversos autores sobre o assunto;
- Babá Prince Sola;
- A Obra Completa de Ọrúnmìlá - A Sabedoria Divina  -    Mr. Cromwell Osamaro.



Visite o nosso SITE:  www.efunlase.com
Contato : 0021 1 305 998-9214  (WhatsApp)

3 comentários:

  1. Aboru, Aboye Oluwo Ifárunola.
    Belas e sábias palavras.
    Orunmilá, o balsamo para as mentes sofridas, para os corpos e mentes desejosos de cura.
    Que a vontade suprema prevaleça e que sua vida seja longa.
    Epa 'Baala.
    Epá Odù, Epá òrìsà.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agbo ato ! Ase ! Que Òrúnmìlá te traga sempre um bom conselho !

      Excluir
  2. ODÚ DO DIA
    OGBE OSE
    15° na escala do Odú Ifá
    IFÁ diz que por Ogbe \ Ose os Oriṣá que estão regendo seu dia é ÒṢÚN, YEMONJÀ, `ÈṢÙ e OGÚN.
    Este ODÚ é o trono de IKÚ no dia em que este ODÚ aparece no jogo é preciso ficar atento. Siga sua intuição e evite andar pela rua fora de hora.
    Não devemos julgar, menosprezar e humilhar ninguém, IFÁ saberá punir quem agir desse modo.
    A verdadeira beleza do ser humano não está em suas vestes nem no rosto e corpo. A beleza está no comportamento com o seu semelhante, abraçar aquele que está perdido e pedindo ajuda.
    Este ODÚ fala da necessidade de terminar qualquer coisa começada: pode ser um relacionamento amoroso ou sociedade, porque qualquer que seja vai trazer infortúnio a sua vida.
    Você tem toda a capacidade do mundo para conseguir tudo o que quiser desde que você use a cabeça para pensar e não pensar com o coração.
    IFÁ diz para você não jogar pedras e injúrias em quem está necessitando de ajuda. Sinta-se abençoado abraçando quem o procura.
    Uma palavra de carinho, amor e compreensão é capaz de salvar uma vida.Hoje você deve passar o dia homenageando o ORIṢÀ desse Odú.

    ResponderExcluir