Pesquisar no blog

domingo, 12 de março de 2017

ÀYÀN

Resultado de imagem para tambores africanos

No contexto do culto Yorubá a percussão sacra é de grande importância, sendo fundamental para os rituais religiosos.  Nos rituais para os Òrìsá, os instrumentos mais usados são os tambores.
A força espiritual contida no tambor e que o consagra, é chamado de Àyàn ou “Àyon”, o Òrìsá do tambor.  Àyàn representa a expressão sonora das divindades; e o tambor serve como depositário dos poderes divinos e é o veículo que Ihe dá voz.  A consagração de Àyàn no tambor é feita por meio de ritual e elementos litúrgicos sagrados, que ficam dentro do tambor, que é selado hermeticamente com as peles de animais.   Quando Àyàn é fixado no tambor é chamado de “Eleekoto”. 
As religiões de matriz africana há tempos vêm resgatando alguns elementos que ficaram esquecidos e Àyàn, o Òrìsá do tambor, é um desses elementos.
Os tambores sagrados são tratados como criaturas viventes, que devem ter cuidados específicos e uma variedade de regras para o seu uso.
Para que alguém possa ser iniciado para Àyàn e tocar o tambor sagrado, deve cumprir rígidos rituais, tornando-se assim, um Onilú. 
A preparação dos Onilus , que são pessoas especiais para a liturgia das religiões Africanas, é feita através de rituais religiosos e iniciação.  Os Onilus são os responsáveis pelos tambores, e por sua conexão com Òrìsá Àyàn.
Essa tradição é mantida na Nigéria, em terras Yorubá.  O iniciado recebe a força espiritual necessária para tocar os tambores da forma correta, para que estes possam “falar” com os Òrìsá, chamando-os para as cerimônias a eles dedicadas.
É necessário estabelecer uma distinção: uma coisa são os tambores pagãos, destinados apenas a fazer música. Outra bem diferente são os tambores consagrados, sacralizados através de uma série de rituais que os transformam em instrumentos de comunicação com os deuses, tornando-se assim, o assentamento do Òrìsá Àyàn. Os tambores consagrados são maravilhas singulares de concatenação musical de ritmos tão belos quanto complexos.
ÀYÀN representa a expressão sonora das divindades; é o som do cosmos, do universo e tem o tambor que serve como depositário dos poderes divinos.
Diz um Itan da divindade ÀYÀN, que Olódùmarè (o Deus Supremo) o chama para aprender o poder de cada Òrìşá, para ensinar os homens a louvá-los através do canto, da dança e dos ritmos sagrados.
Na verdade o próprio instrumento, o tambor, é considerado como a veste material de um espírito e diz o Itan, que cada tambor possui seu espírito elemental, que se materializa dentro dos mesmos durante as cerimônias para que o rito tenha prosseguimento segundo a egrégora do templo, de acordo com o Òrìşá regente da casa.
Os tambores sagrados foram introduzidos e desenvolvidos na terra dos Yorubá, há aproximadamente 800 anos.  O som dos tambores sobreviveu por mais de 500 anos, viajando da Terra Yorubá para o “Novo Mundo” e mantendo sua tradição nos Cultos de Nação Africana.  Sua história é um testemunho do poder e profundidade da religião e cultura Yorubá.
Assim, os tambores possuem o poder de chamar não apenas a força do Òrìşá para dentro dos templos, mas também para invocar a presença de ancestrais ilustres e de outras personalidades do mundo astral, que nos cultos de nação africana são conhecidos como Egungum.
O toque do tambor revela a arte de conectar-se com a Mãe Terra e com nosso Eu Interior, sintonizando nosso coração ao coração dela, e de viajar ao mundo do invisível, constatando nossa ancestralidade e todos os reinos da Natureza.
Alguns historiadores e antropólogos do século XX destacaram a idéia de que a maneira utilizada para se chegar aos conhecimentos místicos em religiões primitivas esteve sempre associada ao êxtase (o transe) provocado pelo toque do tambor.  Esse instrumento seria então o responsável pela comunicação entre o homem e as divindades.





Trabalho de pesquisa

por Erelú Iyá Òsún Funké, Iyanifá Fun Mi Lolá (Fatima Gilvaz)


Vários autores:

Falokun Fatunmbi
Pierre Verger
Popoola
Fama


- Vários sites sobre o assunto


Visite o nosso SITE:  www.efunlase.com
Contato : E.U.A. 0021 1 305 998-9214  (WhatsApp)
                            0021 1 786 303-0674  (WhatsApp)
                 Brasil (21) 9971-33777  (WhatsApp)
                            (21) 99958-7230  (WhatsApp)



Nenhum comentário:

Postar um comentário